IPFONE TELEFONIA IP

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home

Voip Corporativo

Adotando uma política de absorção de tecnologia para desenvolvimento de sistemas próprios de telefonia

Não é raro encontrar no Brasil empresas acorrentadas a contratos de comodato de PABX ou mesmo instaladas em condomínios que possuem sistemas proprietários de comunicação centralizada, gerenciados por operadoras de telefonia. Estas empresas foram levadas a adotar estes sistemas por oportunidades que no momento foram vendidas como vantajosas ou simplesmente por falta de alternativas.

Nos últimos cinco anos, com o desenvolvimento da tecnologia voip, empresas de diversos setores tem adotado alguma forma de utilização de tecnologia voip como alternativa às imposições de tarifas e custos elevados de contratos com sistemas de telefonia tradicionais. No início estas alternativas foram tratadas como simples acessórios e muitos valorizaram a adoção de sistemas internacionais pré-pagos ou abriram suas redes a insegurança dos sistemas peer to peer (não citaremos marcas registradas  ou nomes destes sistemas).

Com a expansão do uso da tecnologia voip, e com o consequente crescimento da concorrência neste mercado, surgiram centenas ou mesmo milhares de alternativas de provedores de serviços no Brasil, a maioria deles desapareceu deixando muitos com seus "ATAS TRAVADOS" como pesos de papel.

O entendimento dos processos de telefonia como um ativo substancial para a manutenção e desenvolvimento das empresas no Brasil, tem surgido de forma expressiva no último ano e muitas empresas tem verificado no mercado a substituição de seus sistemas de telefonia legados por novos e atuais "IPBX". Após o desaparecimento dos pequenos sistemas de terminação voip, este novo mercado de IPBX foi tomado pelos mesmos oportunistas.

Hoje, verificamos muitas empresas que ao invés de terem que aposentar um simples ATA agora precisam encontrar uma forma de lidar com toda uma rede de telefonia que pretensamente deveria ser "aberta" e trazer vantagens extraordinárias. Os fabricantes destes "IPBX" aos poucos deixaram o mercado, abandonando seus clientes, que em última análise, trocaram seus sistemas proprietários por sistemas abertos com senhas de root só conehcidas pelos seus desenvolvedores.

Hoje as mesmas empresas fabricantes de PABX que no passado ofereciam sistemas fechados, agitam suas bandeiras com licenças livres e sistemas de protocolo aberto. Os grandes fabricantes intrenacionais já não lutam contra a nova tecnologia e sim, tentam desesperadamente aparentar uma nova face de evolução e colaboração.

Há quem acredite nesta nova "fase" e ainda adote produtos de telefonia que são vendidos com promessas de compromisso com o cliente e com seu crescimento.

Outros entenderam que, a não ser que seja adotada uma política de desenvolvimento próprio e absorção de tecnologia qualquer sistema adotado será sempre voltado a previlegiar seus fabricantes e desenvolvedores e não aqueles que o adotam. Estes iniciaram um processo de aperfeiçoamento e integração de seus ativos em TI e Telefonia, com o objetivo de a preparar-se para a nova onda de comunicação unificada com seus próprios recursos e com sua própria tecnologia, fugundo a todo o custo de qualquer "solução" generalizada.

Muita conversa para chegar a um ponto simples, a IPFONE auxilia as empresas que estão na fase de adoção de sistemas próprios a alcançar seus objetivos, não oferecemos alternativas e sim um caminho que leva a utilizar as alternativas de forma efetiva. Se sua empresa encontra-se no momento de cruzar a via do desenvolvimento sustentado até mesmo no que se refere a tecnologia da informação, a IPFONE pode e, efetivamente , vai levá-lo a este objetivo.

Veja em nossa página de Casos de sucesso alguns exemplos claros de nosso dos resultados alcançados por aqueles que optaram por valorizar e desenvolver suas próprias tecnologias.